Tecendo ideias

"Educar pressupõe sempre desagradar à criança", diz psicóloga Rosely Sayão

Especialista acredita que o excesso de zelo adia a conquista da maturidade


 "Educar pressupõe sempre desagradar à criança", diz psicóloga Rosely Sayão

Especialista acredita que o excesso de zelo adia a conquista da maturidade

Especialista em questões relacionadas à família e à escola, a psicóloga paulistana Rosely Sayão acredita que as crianças estão sendo educadas sob o peso da superproteção, o que as desconecta da realidade. O excesso de zelo também dificulta o desenvolvimento da resiliência, a capacidade de resistir às adversidades e empurra para mais tarde a conquista da maturidade.

Para Rosely, falta aos pais, preocupados em demasia com um futuro de sucesso para os filhos, um olhar focado no presente.

— A gente perde de vista o filho como ele é hoje. Quem é o meu filho? Do que ele gosta? Do que ele não gosta? Quais são os talentos dele? Quais são as impossibilidades? Algumas delas a gente pode superar? — pergunta-se a psicóloga, colunista da Folha de S.Paulo e da Band News FM.

Confira os principais trechos da entrevista.

Você aponta a superproteção dos filhos como um estilo dos pais hoje em dia, independentemente de classe social, econômica e cultural. Onde isso fica mais evidente?
Em todas as situações que envolvem essa neurose de segurança que a gente adquiriu: filho não sai sozinho, na esquina, na padaria, não usa transporte público. Há adolescentes que usam sem os pais saberem, mas não para ir para a escola. Para ir para a escola, ou tem perua, ou o pai leva e busca, e eles vão ficando um pouco distantes da realidade. Em casa, eles são muito poupados dos afazeres domésticos com que poderiam contribuir, sempre acham que tem alguém que faça. A gente não tem ensinado para os filhos que tudo tem um processo com começo, meio e fim. Por exemplo, ir a um aniversário. Tem o antes, que é pensar na pessoa, pensar no presente, sair para comprar o presente, pedir para os pais se pode ir, perguntar se os pais podem levar e buscar. Depois tem a festa, o desfrute, e depois da festa tem de ver quem vai buscar. Tudo fica com os pais e, para os filhos, é só ir à festa. Tomar banho é a mesma coisa: é só entrar debaixo do chuveiro. Não tem a organização da roupa e do banheiro, enxugar o banheiro. Nada disso, para os filhos, faz parte desse processo. Isso tudo é superproteção.

É comum os pais se colocarem contra a escola, atacando o professor ou o método de avaliação para defender os filhos.
Exato. Às vezes, os filhos reclamam de um colega e os pais vão tomar satisfação com os pais do outro colega. Briga entre crianças sempre vai acontecer, e elas são capazes de resolver. Quando não são, a escola tem de dar conta se elas estão lá. Mas os pais querem resolver tudo, metem-se na vida escolar dos filhos muito intensamente. A escola deveria ser a primeira batalha que a criança aprende a enfrentar por conta própria. Os pais estão com a ideia de que ir bem na escola, passar de ano, ser exitoso é um índice de que eles são bons pais. Eles fazem tudo para que isso aconteça. Os filhos vão aprendendo que "se tem problema, meus pais resolvem".

Rosely Sayão

Fonte: http://zh.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/vida/noticia/2015/12/educar- 


Artigos, notícias, entrevistas e poesias

A soma de todos os afetos

Ontem, num auditório lotado de educadores e pais e mães de alunos, em sua maioria do ensino fundamental, assisti a uma palestra da ótima Rosely Sayão_ psicóloga, educadora, escritora e colunista da folha de SP.

19/02/2018 - Artigo

A pessoa certa

Algumas frases se propagam sem que saibamos quem é o verdadeiro autor...

05/02/2018 - Matéria Jornalística

O papel das escolas na educação digital

Muito tem se falado sobre inclusão digital. Empresas têm investido vultosos valores em equipamentos eletrônicos e softwares e instituições de ensino estão criando salas tecnológicas, usando tablets e outros dispositivos móveis para promover conteúdos digitais que auxiliem na aprendizagem.

23/01/2018 - Artigo

Para entender o Natal e seus símbolos

Por: Rosely Sayão - Não se pode proibir a criança de acreditar em seres imaginários, entre eles o que aparece nessa data

18/12/2017 - Artigo

Rosely Sayão: os pais andam obedientes demais

Por que há tantas questões sobre como criar um filho?

11/12/2017 - Artigo

Relações Digitais: Riscos e Oportunidades

Filho, não se esqueça de colocar seu celular pra carregar?

04/12/2017 - Matéria Jornalística

Consumismo infantil, um problema de todos

Ninguém nasce consumista. O consumismo é uma ideologia, um hábito mental forjado que se tornou umas das características mais marcantes da sociedade atual.

27/11/2017 - Matéria Jornalística

A importância da Família no Desenvolvimento do Indivíduo

A família é o primeiro espaço de convivência do ser humano.

20/11/2017 - Artigo

Qual a melhor idade para as redes sociais?

Assim como cada vez mais cedo tem se dado o primeiro contato de crianças com a tecnologia, a criação de perfis em redes sociais...

13/11/2017 - Artigo

Os pais e a escola sob medida

Uma leitora enviou correspondência em que comenta as reuniões de pais nas escolas.

06/11/2017 - Artigo

Agenda Veja mais+

20  FEV Reunião de Pais G3 ao G5

Pais - Grupo 3 ao Grupo 5 | Leia+

20  FEV Reunião de Pais - 1º ano EF

20  FEV Reunião de Pais - 5º ano EF

20  FEV Reunião de Pais do 6º ano EF

21  FEV Reunião de Pais do 2º ano EF