Tecendo ideias

Já sentiu raiva de si mesmo por ter um coração tão bom com quem não merece?

Texto de Fabíola Simões


Já sentiu raiva de si mesmo por ter um coração tão bom com quem não merece?

Texto de Fabíola Simões


Acredito que a vida seja uma jornada de aprendizados. As experiências felizes se intercalam com aquelas não tão boas, mas são os infortúnios que nos lapidam e nos impulsionam a encontrar formas de estarmos em paz com o mundo e com nós mesmos. Aquele momento em que você percebe que cometeu “uma grande e inesquecível burrada” pode ser um divisor de águas em sua vida.
Um dos meus maiores anseios é encontrar equilíbrio e paz. Depois da fase de buscas, inseguranças, pressa e alguma impaciência, hoje quero mesmo é a tranquilidade do meu coração. Por isso reduzi a intensidade de minhas expectativas e tenho me esforçado para não me magoar por aquilo que não posso controlar. Reciprocidade, amor, atenção, amizade e consideração são coisas que não se cobram, e por isso não se controlam. O máximo que podemos fazer é nos resguardar. Não correr o risco de nos machucar. Aprender a proteger a nossa vulnerabilidade. Aprender a nos amar em primeiro lugar.
Quantas vezes não sentimos raiva de nós mesmos por termos um coração tão bom com quem não merece, e nos arrependemos de nossa bondade, docilidade e generosidade para com aqueles que simplesmente não estão nem aí? Quantas vezes não sentimos que perdemos nosso tempo alimentando relações unilaterais, tentando ser gentis, atenciosos e amorosos com quem jamais se importou? Não se trata de endurecermos nosso coração, de deixarmos de lado a doçura e a delicadeza, mas sim de aprendermos a separar o joio do trigo. De começarmos a ser mais afetuosos com nós mesmos, e com isso aprendermos a distinguir o que deve ser valorizado do que tem a obrigação de ser ignorado.


Fonte: https://www.revistapazes.com/raiva-nao-merece/


 


Artigos, notícias, entrevistas e poesias

Como enfrentar a difícil tarefa de sermos pais dos nossos pais

“Estamos preparados para administrar a educação de nossos filhos. Mas é difícil para nós acompanhar a velhice e a deterioração daqueles que nos deram a vida: razões, testemunhos e conselhos.”

13/08/2018 - Artigo

Criatividade e tecnologia são sinônimos para inovação

Criatividade – esse conceito enigmático utilizado para pintar obras-primas ou escrever o próximo grande romance – não é uma habilidade exclusiva dos artistas.

06/08/2018 - Artigo

O mundo não lutará contra você, se você não lutar contra o mundo.

Texto traduzido e adaptado de Rincon Psicologia

30/07/2018 - Artigo

Habilidades tecnológicas fortalecem a confiança dos jovens

Há muitas maneiras em que a tecnologia pode nos beneficiar...

23/07/2018 - Artigo


Qual a hora certa de abordar sobre educação digital com as crianças?

Por Helena Mendonça – Nethics Educação Digital

18/06/2018 - Artigo

Estou aprendendo a não reagir a tudo que me incomoda

Eu estou aprendendo que não preciso machucar de volta quem me machucou.

11/06/2018 - Artigo

Reconhecimento: chave da autoestima e da dignidade

Todos nós precisamos de reconhecimento...

04/06/2018 - Artigo

Amizades virtuais podem ser saudáveis?

Para muitos pais e responsáveis, a hipótese de seus filhos estabelecerem amizades virtuais na internet é causa de preocupação...

30/05/2018 - Artigo

Você tem o direito de mudar de opinião, você tem o direito de crescer

Mudar de opinião em um determinado momento não é abandonar quem somos.

21/05/2018 - Artigo

Agenda Veja mais+

16  AGO Exposição de Artes Azulejos Português

Alunos 6º ano EF | Leia+

16  AGO Teatro - Espetáculo Cênico Musical Crianceiras

Do Grupo 2 ao 1º ano EF | Leia+

17  AGO CEM - Cultura em Movimento 1° ano EF

18  AGO Encontro de Gerações

Alunos 6º ano EF | Leia+

22  AGO Baiana de acarajé + Acolhimento Folclore