Tecendo ideias

Educar pelo exemplo

Todos nós temos um papel importante frente à sociedade, família, amigos e, sobretudo na vida.


EDUCAR PELO EXEMPLO

Márcia Rodrigues do Nascimento

Todos nós temos um papel importante frente à sociedade, família, amigos e, sobretudo na vida. Somos o primeiro exemplo, a referência inicial e mais marcante dos nossos filhos. A lição, o ensinamento, o molde sobre o que é ser, verdadeiramente humano, começa no seio familiar. É através de nós que o espelho do caminhar, do amar, do persistir, do perdoar, do conviver, do respeitar, do falar, do calar, do viver e do ser, se forma.
Querendo acertar, muitas vezes erramos. Contudo, poucas vezes lutamos o suficiente para sermos um diferencial. Confessemos!
A tarefa de educar é árdua, contínua, lenta, por vezes até desgastante. Primeiro vem um dia, depois o outro e somente após esses dois momentos, o terceiro surge. E lá está você repetindo pela milésima vez a mesma coisa.
No exercício da educação formal, estranhamente tem-se a oportunidade de se vislumbrar algo abstrato, subjetivo: o amor. Esse sentimento se apresenta em sua forma mais pura. Ao colocar o café da manhã. Ao arrumar o lanche. Ao desejar um bom dia ou boa aula. Ao ler um livro conjuntamente. Ao dizer sim. Ao dizer não. Ao dar uma mesada. Ao ensinar como gastá-la. Ao fazer atividades em família. Ao não fazer nada em família e continuar sendo divertido. Ao fiscalizar o caderno para ver o quão organizado está. Ao frequentar a reunião de pais. Ao chorar junto no primeiro boletim vermelho. Ao alcançar boas notas. Ao preparar o almoço. Ao insistir diante do escândalo para sopa de legumes. Ao perguntar como foi no colégio. Ao olhar a mochila e os pertences para ter certeza que nenhum objeto estranho fora equivocadamente posto dentro dela. Ao ter o telefone dos amigos do seu filho. Ao conhecê-los. Ao aquecê-lo para dormir. Ao ajoelhar-se para agradecer a Deus por tamanha benção. Ao repetir tudo isso no dia seguinte.
Preocupamos-nos, no fundo, com o não mentir, não usar drogas, não desrespeitar os mais velhos, não, não, não...
Compreendendo que não existe uma receita ou cartilha para educar, caso me perguntem qual o principal passo para seu êxito, eu diria: O AMOR. Sem ele, ainda que falássemos a língua dos homens e dos anjos, nada seríamos (1 Co, 13).

REFERÊNCIA

1 CORÍNTIOS. Bíblia de Estudo NTLH. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2005. cap.13. 1504p.


 Mestranda em Educação. Psicopedagoga. Especialista em Metodologia do Ensino. Pós-graduanda em Gestão Estratégica Educacional. Supervisora Pedagógica do Colégio Anchieta.
E-mail: rodrigues.nascimento.marcia@gmail.com

  


Artigos, notícias, entrevistas e poesias


Saiba já como ajudar seu filho a resolver problemas sozinho

por: happycodeschool.com

19/08/2019 - Artigo


Por que seu filho precisa desenvolver habilidades socioemocionais?

por: happycodeschool.com

05/08/2019 - Artigo


O que você precisa saber sobre o desenvolvimento cognitivo

por: happycodeschool.com

22/07/2019 - Artigo



Os pais devem entender que não se divorciam de seus filhos

Por: www.asomadetodosafetos.com

27/05/2019 - Artigo

11 nutrientes importantes para o organismo

Por: qualicorp.com.br

20/05/2019 - Artigo

Agenda Veja mais+